Introdução

Ontem conversando com o Fernando Daciuk, começamos a falar de um assunto que eu julgo bastante importante, ainda mais para nossa área. É engraçado como esse assunto pode diferir de pessoa para pessoa, conheço pessoas que dizem que uma boa universidade é o mais importante de tudo e outras que acham uma bobeira. Por esse ser um assunto tão dividido, vou contar um pouco da minha história e também um pouco da minha opinião sobre o assunto e também levantar algumas dúvidas comuns em relação a isso.

Histórico

Como disse no meu primeiro post, meu primeiro curso foi bem diferente do que eu faço atualmente, foi Química Industrial, mas vou falar um pouco dele, porque foi fundamental para mim. Eu tinha 17 anos quando passei para a faculdade, resolvi me mudar de cidade (Petrópolis -> Niterói) só para poder fazer o curso. Foi uma experiência completamente nova, eu nunca tinha saído de casa, ainda mais tão novo e eu estudava em lugares bem pequenos, quando vi a imensidão da UFF, com seus inúmeros Campus, foi algo bastante diferente para mim.

Sempre fui um cara que passava em tudo com grande facilidade, fiz o vestibular praticamente sem me preparar como meus amigos e mesmo assim passei em várias faculdades e principalmente a que eu queria, que era a UFF. E esse foi o meu primeiro baque na faculdade. Meu primeiro período teve uma das matérias conhecidas como a mais carrasca de todas, que é Cálculo I e é claro que eu levei bomba na primeira prova, mas não foi coisa pouca não, eu tirei 0,3 de 10,0. Aquilo feriu demais o meu orgulho e a partir dali comecei a criar uma pequena rotina de estudos e fui um dos poucos da turma que conseguiu passar. Isso me ajudou a ver a importância dos estudos, dedicação e foco, coisa que eu nem dava bola antes.

Durante o curso de Química tive a oportunidade de conhecer professores muito bons, que se esforçavam para que o aluno saísse da turma não só com o conhecimento da matéria, mas com o conhecimento da vida, para buscar mais conhecimento e crescer ainda mais. Mas também tive professores péssimos, que só estavam ali por estarem obrigados por algum motivo oculto. Se você está começando a faculdade ou desistiu de alguma faculdade por causa disso, saiba que isso é muito comum, em todo lugar você é capaz de encontrar os bons e os péssimos profissionais, cabe a você analisar e escolher o seu lado. Essa foi outra grande lição que aprendi na faculdade, como analisar pessoas e ambientes.

Lá ná Química mesmo eu comecei a me aproximar mais da computação, já que eu trabalhei no laboratório de Modelagem Molecular, onde fazíamos cálculos matemáticos para tentar buscar solucionar ou descobrir novas informações acerca de compostos químicos. E foi aí que eu comecei a me interessar mais por computação e resolvi fazer TI no IST em Petrópolis.

Durante o meu curso de TI, eu já estava mais experiente, sabia sobre o funcionamento de uma faculdade, quais disciplinas necessitariam de mais foco, quais professores eu deveria forçar mais ou menos e o principal, com quais pessoas eu deveria me relacionar. Foi um curso relativamente mais fácil, devido a essa experiência de uma faculdade passada, mas muito proveitoso. Consegui passar um pouco da minha experiência para alguns dos colegas da turma, que hoje posso dizer que são bons amigos e que também aprendi muito com eles.

Para mim, as faculdades serviram para meu amadurecimento pessoal e também profissional. Me permitiram pensar mais distante e não só uma visão de 1-2 meses. Fizeram com que eu fosse mais analítico a problemas e soluções, nunca mais resolvo um problema grande sem fazer uma análise completa dele e separá-lo por etapas e detalhes importantes. Também me ajudaram a me relacionar melhor com as pessoas e o mais importante, as pessoas certas. Tive milhares de trabalhos que necessitavam de longos textos a serem escritos e com isso, acabei tomando bastante gosto por escrever e por uma gramática correta. Enfim, eu tenho certeza que não seria o mesmo sem minhas faculdades e tenho muito a agradecer por isso.

Faculdades e “faculdades”

O primeiro ponto a se entender é que as faculdades não vão te preparar para tudo na vida, seja para o mercado de trabalho, seja para a área científica.

Quem faz a faculdade são os alunos! - Autor desconhecido

Essa frase faz todo o sentido do mundo, se você quer fazer uma faculdade só para ganhar um diploma, já desiste agora, pois muito provavelmente você não irá conseguir e se conseguir, não terá valido de nada.

Faculdade não é pra te dar conhecimento técnico. Pra isso vc tem cursos, livros, tutoriais na internet e afins. Faculdade não acompanha mercado. Se for assim, faculdade vai mudar de 2 em 2 semanas.

A faculdade foi feita pra te mostrar a base daquilo que vc estuda, te fazer evoluir como pessoa e profissional. Além disso, faculdade está longe de se resumir a ir a aula. É todo o ambiente ao seu redor.

A faculdade irá servir para te mostrar situações e oportunidades para que você adquira experiência e busque mais conhecimento. E nesse caso temos dois tipos bem diferentes: as faculdades mais tradicionais (Federais e Estaduais) e as vendedoras de diploma. Se você está numa faculdade que promete diploma rápido e fácil em dois anos, não vá esperando algo muito bom por aí. E isso é o que geralmente acontece com a maioria das pessoas na nossa área, fazem uma faculdade qualquer, tem uma péssima experiência e aí acaba falando mal.

Já sei programar, para que vou fazer isso?

Essa é uma das frases mais equivocadas que eu vejo por aí. A faculdade não está lá para te ensinar necessariamente a programar, você terá diversos tipos de disciplinas, algumas aplicadas a programação e outras até bastante distantes a primeira vista. Muitos dos melhores programadores já sabiam programar antes de entrar na faculdade, isso acontece porque temos cada vez mais contato com computadores e tutoriais na internet e isso é excelente, porque já mostra a força de vontade de aprender.

Na faculdade aprenderemos conceitos e paradigmas que são mais difíceis de serem vistos no cotidiano, como estudo de grafos, algoritmos eficazes, matemática discreta aplicada, dentre outros vários assuntos, dependendo da sua instituição de ensino. E isso irá te ajudar a ter uma cabeça mais aberta quando novos assuntos aparecerem.

Famosos nem fizeram faculdade…

Você não é todo mundo. - Sua mãe

Assim como você pode acabar não fazendo faculdade e se tornar um cara de sucesso como Bill Gates, Steve Jobs, Mark Zuckerberg…Você também pode fracassar feio e não conquistar nada na sua vida. Não devemos comparar casos a parte com a nossa realidade, não que fazendo faculdade você será bem sucedido, isso será conquistado com o seu esforço.

Existe uma palestra muito famosa do Jobs, em que ele fala um pouquinho da sua experiência e como ele deixou a faculdade para estudar caligrafia, vale assistir.

Já sou velho e trabalho com isso tem 20 anos

Nunca se é velho para qualquer coisa =)

Realmente se você já trabalha há tanto tempo na área, uma faculdade de programação pode não lhe trazer tantos benefícios. Mas por que não um curso diferente? Talvez administração, se quiser focar talvez em criar uma startup ou até mesmo Design, sempre vai ter alguma coisa legal para se aprender e aprimorar.

Ok, me convenceu, mas qual eu faço?

O primeiro de tudo é ter uma noção do que deseja seguir para frente, se quer algo mais focado em infra ou desenvolvimento, se quer algo bastante acadêmico ou não.

Tendo um pouco disso em mente, leia as ementas dos cursos, existem milhares de cursos e cada um tem suas peculiaridades.

Mas não se esqueça…

Por mais que você esteja na faculdade, todo o seu sucesso irá depender de você, então siga algumas dicas importantes:

Busquem conhecimento

Durante a criação do post, acabei achando alguns vídeos legais e excelentes posts sobre mil vezes melhores que o meu.