Introdução

Fala pessoal, faz muiiito tempo que não escrevo hein! Já são três meses sem escrever, o maior tempo inativo do blog desde que eu comecei, mas isso tem uma justificativa e vou falar hoje, meu ano foi cheio! Não foi pouco cheio não, foi MUITO cheio! Então toma seu cafézinho, pois o post vai ser um pouquinho grande…

Enquanto vou escrevendo esse post, vou ouvindo uma das bandas que eu comecei o ano e que lançou um álbum novo esse ano e está bom demais! A banda é Tycho e o nome do album é Epoch, vai ouvindo junto, garanto que não vai se arrepender.

Eu escrevi sobre meu ano de 2015 e vou tentar seguir numa linha parecida. Também vi a ideia do post do Felipe Fialho, mas o cara tem memória de elefante, eu mal consigo lembrar o que comi de almoço, então separar por mês seria muito difícil, mas vamos por tópicos importantes então.

Meu Blog

Exatamente no dia 1 de janeiro eu lancei esse novo tema do blog e falei sobre a criação dele bem aqui. A recepção foi bem maneira, conseguia aumentar a permanência dos usuários no blog e o número de páginas antigas acessadas com isso. Esse ano acabei escrevendo um pouquinho e fiz 25 posts.

Abaixo segue o gráfico de acessos do meu blog nesse ano de 2016:

Gráfico de Acessos do Blog em 2016

Foram mais de 330 mil pageviews no blog, por mais de 98 mil usuários, batendo meu primeiro ano, que tinham sido pouco mais de 250 mil.

E a lista de posts/páginas mais acessadas no ano foram:

Cursos

Depois de ter criado o blog e ele ter feito tanto sucesso, muitos haviam comentado que seria legal se eu fizesse cursos e eu me perguntei “Por que não?”. Eu sempre gostei de ajudar meus amigos e explicar o que eu aprendia/sabia, só resolvi deixar isso mais aberto para todos.

E foi em Março desse ano que eu lancei meu primeiro curso e falei sobre esse desafio que seria de criar cursos. O primeiro curso que eu fiz e não poderia deixar de fazer foi sobre Jekyll, que é basicamente o gerador usado nesse meu blog desde o início.

Depois dessa ótima experiência do Jekyll, me aventurei de novo a criar um Curso de Git e Github para Iniciantes, em Abril lá estava eu lançando. Foi mais um curso bem bacana, onde pude aprimorar mais a minha didática e técnicas de gravação também.

No final de Abril eu resolvi fazer um novo teste e lançar um curso bem grande e completo, que foi meu Curso de SVG do início ao avançado. Como seria um curso bem grande e como eu precisaria me dedicar bastante a ele e consequentemente cancelar meus freelas, resolvi fazê-lo de forma paga. Confesso que fiquei um pouco receoso se o pessoal iria curtir ou não, visto que os outros haviam sido gratuitos. Mas o curso foi super bem recebido e vários compraram e apoiaram a causa antes mesmo do lançamento. Vários já terminaram o curso e fiquei super feliz com os comentários deles sobre o curso, alguns que inclusive utilizaram várias das técnicas em seus trabalhos e até mesmo para arrumar um emprego novo!

E minha última empreitada está sendo meu Curso de JS com TDD na Prática, do qual eu ainda estou construindo e acabou tendo coisas extras como um Módulo completo de ES6 do início ao fim. Ainda faltam 4 módulos a serem lançados e tenho já a certeza que será o meu maior e mais completo curso já feito.

Eventos

Se ano passado eu já achava que tinha ido em muitos eventos, esse ano foi INSANO, tudo bem que em Setembro eu me mudei e aí com isso diminuí minha ida a eventos, mas meu primeiro semestre foi insano! E não só isso, mas eu tive o prazer de palestrar em vários lugares que eram o meu sonho!

Eu palestrei no Front in Rio 2016 falando sobre Ícones SVG da Teoria a Prática e no mesmo evento falaram o Grande Maujor e meu parceiro Afonso, que para mim já foi um achievement e tanto! Segue uma foto da galera no evento:

Foto do Front in Rio

Depois eu palestrei no Meetup CSS SP sobre CSS <3 Math, sim, eu fiz uma palestra para falar só de uma propriedade do CSS e o pior, eu curti para caramba! Foi uma grande oportunidade que o Felipe Fialho e o Raphael Fabeni me deram. Eu palestrei no escritório da Google cara!

Nessa mesma semana eu ainda fui no Code in the Dark, que foi o evento de programação mais louco que eu já fui, muitas luzes, música, bebida e galera torcendo! Falando nisso, fica aqui a minha cobrança ao Gabriel Gripp pela camisa absurda de maneira que eu ainda não ganhei! Segue uma foto de alguns amigos que estavam no Code in the Dark:

Foto do Code in The Dark

E para fechar toda a semana, eu ainda palestrei no Front in Sampa! Sim, Meetup+Code in the Dark+Front in Sampa tudo na mesma semana! Infelizmente eu tive uma crise nos rins no evento e palestrei um pouco no esforço, mas consegui falar sobre uma das coisas que eu vim falando e brincando esse ano, que foi JS <3 Music. Segue uma foto minha no evento:

Foto do Front in Sampa

Um pouco depois, eu palestrei no Front in BH, que foi um dos primeiros eventos que fui na minha vida de programador, então foi muito importante para mim. Eu falei sobre uma lib de animação que eu curto bastante que é o Greensock, ainda bati um papo com o Bernard de Luna no palco e foi super legal! Também consegui uma das fotos que mais curto minha de evento:

Foto do Front in BH

E não bastassem todos esses eventos, eu ainda fui palestrar no maior evento de Javascript do Universo, sim eu palestrei na BrazilJS e até hoje não acredito. Eu escrevi um post a parte só para esse evento, pois foi algo inimaginável para mim, eu estava palestrando para mais de 1200 pessoas em arquibancadas, formando quase um coliseu! =o E ter muiiito barulho no final da apresentação foi demais!

E aqui na Irlanda (se não sabia, já dei um spoiler =x) eu fui em alguns Meetups bem legais também, onde pude conhecer a galera local e algumas grandes empresas daqui, como a Google, Zendesk e Intercom.

O bom dos eventos é que pude conhecer mais gente nova e pessoas com quem eu já falava por um tempão online mas nunca tinha visto pessoalmente (não vou botar nomes, porque é complicado se esquecer alguém e eu sempre esqueço).

Opensource

Como todo ano e enquanto eu for programador, eu vou estar querendo escrever código e o opensource é uma das melhores formas de escrever e ainda contribuir. Então esse ano eu tive esse gráfico de contribuição no github:

1332 Contribuições no Github

Sim, eu sei que depois de Setembro eu dei uma caída, mas prometo voltar a toda! E os projetos que destaco desse ano foram:

Sei que nem são os projetos mais importantes do mundo, mas eles nem foram para ser, eles só foram para que eu pudesse relaxar e compartilhar um pouquinho do que sei. Por que você não faz o mesmo também? Tente criar projetos sem medo de ser o melhor, vai que ele é o melhor para outros? =D

Além desses projetos, ainda tive uma participação em uma iniciativa muito maneira, que foi:

Saída de empresa e mais mudanças

Esse ano eu estava trabalhando na HUGE, mas decidi sair para me dedicar aos meus projetos pessoais, um deles envolvia a criação dos meus cursos e escrevi um post explicando sobre tudo isso.

Além disso, outros dos planos eram mudar de país, conhecer devs pelo mundo e melhorar meu inglês. E foi assim que eu vim parar aqui na Irlanda! Me mudei para cá no dia 7 de Setembro e estou aqui desde então, inclusive pretendo escrever alguns posts relacionados a isso, seja sobre minha viagem para cá, experiências da Irlanda, inglês, mercado e outras coisas. Podem me cobrar para escrever

Nesse tempo que estou na Irlanda, já me mudei de casa duas vezes e já fiz milhares de amigos, de várias nacionalidades, como: brasileiros, italianos, franceses, coreanos, tchecos, canadenses, americanos, tunisianos e até irlandeses! Sim, Dublin é uma cidade cosmopolita demais, então você acaba conhecendo o mundo.

Além disso eu fui na Irlanda praticamente toda, incluindo uma viagem de carro de 3 dias percorrendo todo o sul dela, uma das melhores viagens da minha vida. E além da Irlanda também fui para:

E pretendo aumentar ainda mais a lista, incluindo alguns eventos por aqui e ali!

Conclusão

É isso aí pessoal, meu ano foi muito cheio, várias realizações profissionais e cada vez mais a certeza de que apesar dos meus momentos de bad, a área de desenvolvimento é a minha área. Que venha o ano de 2017 e eu consiga tanta coisa como nesse ano e quem sabe mais!

E quanto as metas para 2017?

Exatamente isso, não tem meta! Quando a gente atingir a meta, nós dobramos a meta!